Thyago Santos - Mente, Saúde e Corpo em Forma

Marco Aurélio

Marco Aurélio

"Não tardará para que sejas cinzas ou um esqueleto, e um nome ou nem sequer um nome; o nome, porém, é um ruído e um eco. Quando às coisas, que no decorrer da existência gozam de elevado apreço, não passam de coisas vãs que se deterioram, insignificâncias, pequenos cães que se mordem, disputas vazias e sórdidas, crianças que riem para logo depois chorarem. No que se refere a confiança e boa-fé, o pudor, a justiça e a sinceridade retiraram-se para o Olimpo se distanciando desta Terra de vastos caminhos”.

Diante as reflexões do imperador romano Marco Aurélio Antonino(121 d.C.-180 d.C.), consegui refletir um pouco mais sobre nossa existência. Nossa existência é fundamenta pela ética, sabedoria, justiça, moderação, coragem, impassibilidade, simplicidade, benevolência, espirito comunitário, e a resignação ou aceitação. Os historiadores consideram sua morte o início do declínio do Império Romano.

 

Será que perdemos ou ainda mantemos alguns destes fundamentos no decorrer de nossa existência?

Fale Conosco