Thyago Santos - Mente, Saúde e Corpo em Forma

prevenção ao suicídio

prevenção ao suicídio

A importância do exercício físico, e a reinvenção de nós mesmo em todos os âmbitos para prevenção e tratamento do estado depressivo. O exercício físico previne e trata o estado depressivo com eficácia atuando nos mecanismos neurobiológicos, aumentando os níveis de serotonina; regulando a função do eixo hipotálamo e com possível redução da secreção de cortisol, traduzindo: o exercício físico joga qualquer pessoa para cima. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀  ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Estudo mostrou que a adição do exercício físico como tratamento medicamentoso teve efeitos similares aos antidepressivos na diminuição dos sintomas do transtorno depressivo maior. Fora três sessões de 30 minutos por semana, durante quatro meses, entre 70% e 85% da frequência cardíaca máxima(Bluementhal et al. (2007). ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀  ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O exercício físico ajuda a expulsar a depressão do seu sangue. Isso é estudo cientificamente comprovado. É simples de entender, o exercício produz endorfinas. As endorfinas são morfinas endógena e fazem você sentir ótimo, se você está normal. Fazem você se sentir melhor se está mal. Você tem que deixar essas endorfinas ativas e elevadas no seu organismo. O exercício tem esse poder em aumentar os níveis de seus neurotransmissores.

 

Sim, a depressão é fonte ilimitada de mistério. É nova a cada momento. Não é possível fazer a depressão recuar com a prática do exercício físico, mas é possível fazer uma depressão aflorar deixando de fazer. Se estiver difícil, sempre recorra a ajuda. É o primeiro passo.

Fale Conosco